Como analisar um cartoon - flanelinha

Flanelinha-carro-bandido

A charge retoma uma piada muito conhecida. Este cartoon exige do leitor um prévio conhecimento a respeito do contexto em que se dão os fatos. Em primeiro lugar, há a “crítica” à presença dos flanelinhas nas ruas. Uma rápida pesquisa mostrará que as reclamações em torno das ameaças feitas por eles aos motoristas que se recusam a “contribuir” são inúmeras.

O ruído na comunicação provocado pela interpretação errada da frase no primeiro balão (“Avisa a hora que bater”). Satirizando a falta de instrução, talvez, o flanelinha, em vez de avisar que os veículos estavam próximos, “dá” as horas no momento em que os carros se chocam. O problema na decodificação da mensagem é o foco nesse cartoon.

1 comentários :

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.
Adicione-me no Twitter ou envie-me um e-mail.